SEMENTES

Rodolfo Domenico Pizzinga

Música de fundo: Cycles (Gayle Caldwell)

Fonte: http://www.100-top.co.uk/cmidi/

 

 

 

 

A neve e a tempestade matam as flores,

Mas nada podem contra as sementes.1

Também nada podem contra os amores.

 

 

Os assassinos podem os corpos matar,

Mas não podem matar a liberdade e as mentes,

Pois a Vida sempre foi, é e há-de continuar.

 

 

Como em uma moeda

– Que tem cara e tem coroa –

Tanto a morte quanto a vida

São    na mesma canoa.

 

 

Não existe o imudável,

O estático e o indiferente.

Nada é estável;

 

 

_____

Nota

1. Gibran Kahlil Gibran

 

 

 

Websites Consultados

http://www.stirlingsouth.com/richard/develop/engines_under_development.htm

http://www.tempomat.it/links2.asp