DINHEIRO
(Fraudulentamente adquirido)

 

 

Rodolfo Domenico Pizzinga

 

 

 

Música de fundo: Fools Rush In
Fonte:
http://www.geocities.com/Broadway/Alley/8212/easy20/

 

Os bancos parecem ter uma fórmula mágica

Quando o assunto é multiplicar dinheiro.

Só não conhecem essa fórmula trágica

Os que nos bancos enfiam seu dinheiro!

 

 

Eles conseguem ter lucros fabulosos

Mesmo em cenários econômicos desfavoráveis.

Ações, títulos e cheques escabrosos

Absoluta e tristemente negociáveis.

 

 

Em 2004, juntos, lucraram mais de R$ 11 bilhões

o BB, o BRADESCO, o ITAÚ e o UNIBANCO.

Mas, essa filosofia bancária(?) para lucrar quilhões

Vem deixando o Terceiro Mundo maneta e manco.

 

 

A quem interessa a Globalização?

A quem interessa o Capitalismo?

A quem interessa a 'horizontalização'?

A quem interessa o Monetarismo?

 

 

Todas essas misérias acontecem

Porque muitos perderam suas Bússolas.

E sem suas Bússolas Espirituais tecem

Maus remendos e imprestáveis meias-solas.

 

Imprestáveis meias-solas e maus remendos

Para aqueles que deles dependem.

E esses lucros estupendos

Dividem, aviltam e fendem.

 

Mas, será possível confraternizar

Vivendo para acumular e amealhar?

Será possível realmente amar

Só maquinando e vivendo para 'vantajar'?

 

 

Penso que não. Amor e dinheiro são incompatíveis

Quando a meta é o ganho espúrio, não o amor.

Infelizmente, os sofrimentos serão incríveis

Para aqueles que se afastaram do AMOR!

 

Dois exemplos desgraçados e medonhos

São as fábricas de pó e de bombas.

Ganças assim obtidas não são sonhos:

Malditas traficâncias; Malditos lança-bombas.

 

E os bancos estão sempre metidos

Em todas essas artimanhas.

Todos estão conscientemente envolvidos,

E sabem tudo dessas manhas.

 

Mas, quem na Terra construir castelos

E espoliar os abaixados,

Romperá todos os elos

Com os BEM-INTENCIONADOS.

 

 

Não haverá nem súplica nem oração

Que apaguem esses comportamentos,

Simplesmente porque não há perdão

Para os fabricantes de tormentos.

 

Compensação ou dissolução

É o que deverá acontecer.

Transformação – e não salvação –

No eterno CHAOS-VIR-A-SER.

 

 

_________________

 

 

Ao concluir este pranto,

Pensei com meus botões:

— Abençoada Terra-Encanto!

— Que haja Luz nos corações!

 

 

 

 

Fontes das Imagens (que foram transformadas em flash):

http://www.moonstar.com/~nedmay/chromat/fibonaci.htm

http://www.romanistik.uni-jena.de/projekte/
simulation_globale/viequotidienne.html

http://www.bilk.ac.uk/college/recruit2005/money_to_study.htm

http://publica.corretorunibancoaig.com.br
/arq/revista/edicoes/e45/snegocio.htm