NO CONTROLE DO PROCESSO

 

 

 

Rodolfo Domenico Pizzinga

 

Não matarei sob nenhuma alegação.

Não torturarei em nenhuma situação.

Não cumpliciarei em nenhuma condição.

Não prejudicarei sob nenhuma justificação.

 

 

Serei sincero em minhas palavras e em meus atos.

Compreenderei os belicosos e os pacatos.

'Indiscriminarei' prostitutas e ladrões,

Homossexuais, pivetes, desocupados e histriões.

 

 

Compomos todos uma Cósmica Unidade

Na qual a maior burla é a odiosidade.

 

 

Eu quero: Eu projetarei e eu construirei.

Eu não quero: Eu misticamente dissolverei.

Eu sou: Um Rosa+Cruz consciente e cavaleiroso.

 

 

 

 

 

Música de fundo: Watermark (Enya)

Fonte: http://www.lostsoul.org/howards/midi/enya-midi/